quinta-feira, 26 de janeiro de 2017

Amor-te

A morte amor tece.
Sua tez lívida traz
paz e conduz para
uma eternidade tácita.

Há morte para o total
de nós, de heróicas e
bonitas à trágicas e
cruéis.

A morte e seu amor
pelos mortais. Ela
espera, persegue e
acolhe, leva-nos com
ela para uma existência
ao nunca mais.

A morte para a dor de viver
é o único remédio.

Amortece...amor tece...

Expectativa

Meu otimismo é péssimo,
quase nulo.
Um otimista utópico do
Iluminismo, um poeta
obscuro. Talvez não.
Melhor seria dizer
'um nada' mas nem
nisso acredito.
Porém,
somente duvidando do
establishiment  é que
acreditamos no futuro.
O futuro è virgem e fértil,
o que estraga tudo é sempre
o presente, covarde e estéril.
A rotina mecânica do eterno
esperar.

quarta-feira, 25 de janeiro de 2017

Distopia

Um fim do mundo
bonito e romântico,
é o que desejo para
a espécie humana.

O planeta se regenerando
e a natureza voltando a
ser absoluta.

Sem mais Homens,
sem mais máquinas.

Não haverá religião,
não haverá mais Deus.

O Homem que do pó
veio, voltará a ser poeira,
e que o universo queira
que jamais Deus algum
ouse em tentar por em
prática a irresponsabilidade
de se criar vida humana
aqui na Terra.

Que sejamos por
toda a eternidade
apenas a lembrança
de uma praga que
fora exterminada.

Protesto

O grito
ojeriza
o silêncio.
Hoje,
o silêncio
de ontem
já não mais
é o mesmo,
e logo mais,
amanhã ou
depois, também
não será mais
o mesmo silêncio.

Houve um grito,
há um grito, ouve?

Cabisbaixo

O universo cravejado de
estrelas e de tantos outros
astros.
E eu, habitante de mim
mesmo, andarilho destes
solos, vivo a olhar para o
chão perguntando para
Deus o que foi que eu fiz
dos meus passos.

O asfalto úmido,
por vezes, reflete a
luz morta das estrelas,
por entre estes reflexos
há vestígios dos meus
rastros desbravando a
galáxia inteira.

segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

Ilusão de lógica

A vida é bela
Deus é perdão
O amor é dádiva
A igreja é santa
A religião necessária.

A justiça é cega
O dinheiro é bom
O Homem é justo
A humanidade é perfeita.

Se isso tudo não fosse
tão óbvio, logo a lógica
seria verdadeira.